VCI reconhecida pelo desempenho nas vendas como Top Producer

vci
A expectativa é que a VCI como forte candidata ao prêmio também em relação às vendas de 2020, comemora Samuel Sicchierolli, presidente da VCI SA, responsável pelos projetos

A VCI SA, incorporadora de marcas da hotelaria internacional como a americana Hard Rock e a espanhola EuroStars, acaba de receber da RCI Brasil, maior empresa de intercâmbio de férias do mundo, a Placa de Reconhecimento Top Producer, pelo número de vendas reportado à RCI em 2019.

Os projetos considerados foram o Residence Club at Hard Rock Fortaleza e Ilha do Sol, e o empreendimento do Ceará, que está sendo construído na praia da Lagoinha, a 85km da capital.

A expectativa é de que no mês de junho, por exemplo, as vendas online do Residence Club at The Hard Rock Hotel Fortaleza e Ilha do Sol, no Paraná, cheguem a um valor superior a R$ 30 milhões mensais, o que credencia a VCI como forte candidata ao prêmio também em relação às vendas de 2020.

Condecoração
 
"Para nós, esse reconhecimento é gratificante, pois se trata de uma condecoração realizada por uma empresa que é referência mundial”, avalia o presidente da VCI SA, Samuel Sicchierolli.
 
A líder de Operações da RCI Brasil, Fabiana Leite, destaca: “A entrega do Reconhecimento Top Producer reforça nosso comprometimento em apoiar e reconhecer os esforços dos profissionais que atuam nas salas de vendas e a performance da VCI SA. É uma grande honra contribuir e prestigiar o desenvolvimento da Indústria da Propriedade Compartilhada no Brasil. Seguimos trabalhando juntos", ressalta.  
 
Sobre os desafios do segmento hoteleiro e dos demais setores no País, em função da pandemia, Samuel Sicchierolli considera que o cenário exige que as empresas se adaptem e busquem novas formas de fazer negócios.

“Daí o esforço que fizemos na implementação de estratégias para enfrentar esse novo momento vivido no mundo todo, potencializando nossas vendas online", diz. A fala do presidente da VCI explica o crescimento exponencial de vendas nas plataformas digitais da empresa, a ponto das negociações online estarem se aproximando da meta de vendas presenciais de antes da pandemia.